terça-feira, 20 de dezembro de 2011


video



PASSO 5
COLOCANDO O PROJETO EM AÇÃO!

Fiquei pensando o que iria fazer com essa tarefa pois, o projeto que escolhi é no meu trabalho e agora as crianças estão de férias e as escolas também, então meu projeto será para o ano que vem...
Pensei em fazer outro para que eu pudesse mostrar aqui ele em ação, mas resolvi que não, acredito muito no que posso transformar com ele e vou mostar aqui o que foi possível até agora.

Reuni algumas crianças do projeto que trabalho para aplicar uma aula que seria dada no projeto que irei desenvolver.

Iniciei a aula reunindo elas embaixo de um tecido gigante, pedindo pra que elas pensassem em alguma coisa que tinha deixado elas tristes esse dia

"casulo"

E quando o tecido fosse retirado, essa tristeza iria embora junto com ele, como se fosse um casulo onde sairia dalí de baixo lindas borboletas.


E depois das borboletas a criatividade tomou conta da aula...o tecido virou mar...





Virou fantasma, mágica, ônibus...








E a alegria tomou conta daquele espaço!

Naquele momento foi proporcionado um momento único para aquelas crianças, que possuem uma realidade muito difícil, e aquele sentimento permaneceu durante o dia todo com a alegria no coração daquelas crianças.

Saindo da sala me deparei com um espetáculo da natureza, uma flor de maracujá...e então me veio na cabeça que a grande transformação, a grande beleza da vida está em pequenos detalhes.



Cada um tem uma forma de melhorar o planeta, eu não vejo outra colaboração melhor que poderia fazer do que proporcionar sorrisos, alegria e diversão.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

PASSO 4

A GENTE NÃO ESTÁ SOZINHO!

Agora a tarefa é elaborar uma lista de pessoas e suas colaborações para que meu projeto aconteça!

Primeiro preciso escrever o projeto detalhado, já com as atividades que serão realizadas e pedir ajuda à ELENICE AMARAL pra me dar um auxílio na parte da Psicologia.
Depois levarei o projeto para as escolas e instituições de Bragança (inicialmente), pra isso precisarei da ajuda de ANDREA GODOY, ELISA MONTAGNANA, ELEDI GONÇALVESARTHUR ZECCHIN e  GABRIELA GRAZIOLI.
Após a aprovação do projeto terei que fazer o planejamento adaptado para cada instituição e sua carga horária. E a partir daí contarei com o auxilio da coordenação para obter o perfil de cada aluno para que sejam elaboradas fichas de acompanhamento individual.

ELENICE AMARAL = orientação Psicologia
ANDREA GODOY = contato Colégio AZ
ELISA MONTAGNANA = contato Instituto Educacional Coração de Jesus
ELEDI GONÇALVES = contato Espaço Comunitário de Aprendizagem (ECOA)
ARTHUR ZECCHIN = contato Escola Viverde
GABRIELA GRAZIOLI = contato APAE

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

PASSO 3

Lista da melhoria que posso fazer em meu entorno:
Bom, acredito que podemos melhorar a nossa volta de diversas maneiras: com um sorriso, uma palavra, um gesto, uma ação...mas o ponto principal, pra realizar qualquer mudança, é preciso mudar dentro de nós mesmos primeiro.

No Passo 2 pude iniciar essa mudança interna e estou sentindo já um começo de mudança a minha volta, meus pais e amigos, viram meu movimento de redução, reciclagem e reutilização e começaram a prestar atenção em seus atos também.
Mas como as melhoras nunca cessam, sempre podem ser melhoradas, vamos a tarefa!





Família
- envolve-los nesse meu caminho, contando o que estou fazendo pra que eles se inspirem e façam a parte deles também

Amigos
- envolve-los também

Trabalho
Nos meus 2 trabalhos já é bastante trabalhada a sustentabilidade, mas nas minhas aulas busco a reciclagem "humana" que, sem essa, as crianças não vão nem entender o por que de reutilizar uma garrafa pet.
Nessas semanas estou encerrando minhas atividades de 2011 mas já estou com projetos para 2012 iniciar minhas aulas voltadas para a minha especialização em Psicologia Transpessoal. Acredito ser minha maior colaboração para um mundo melhor, onde as pessoas se tornem melhores, resgatando sua ligação com tudo que a cerca, entendendo que ela, a natureza, os animais, as pessoas, habitam um mesmo lugar e fazem parte de uma Unidade.


                                           Apresentação de Ballet com "tutu" de jornal


Condomínio
- produzir panfletos de dicas de reciclagem e reutilização
- realizar oficinas de dança para os moradores

Cidade
- realizar oficinas de dança terapêutica
- construção de pequenos centros culturais nos bairros de alto índice de criminalidade
- realizar oficinas de reciclagem nestes mesmos bairros
- horta cuminitária

Pensei em melhorias com material humano, melhorias que eu, estando uma "bailarina terapêuta" poderia colaborar, acreditando que o melhor caminho de mudança é a interna.

----------
A melhoria que escolho é a no meu trabalho, que vai ser muito importante pra mim aproveitar e focar nisso aqui também!

Projeto Pulelehua
Pulelehua significa borboleta em havaiano. Escolhi esse nome pois a borboleta é um símbolo de transformação, superação, beleza e alegria, entre tantas outras coisas que me vêm a mente ao pensar na borboleta. A escolha da palavra em havaiano foi pela sonoridade e o tom de brincadeira que ela me passa.
E através desse nome explico o objetivo deste projeto que é levar a transformação através da brincadeira, do lúdico.

O ser humano está, cada vez mais, se "desumanizando", se afastando de sua essência, de seus valores, de sua alegria de viver. Tornando o mundo mais frio, violento e egoísta. A necessidade de se desprender de amarras da sociedade e, nem que seja por alguns minutos, ser quem realmente é, torna-se imprescindível para transformar o mundo num lugar melhor de se viver.
Tudo isso parece utopia mas na realidade não é. A mudança vem do interior e não de fora, se cada um cuidar de si, de sua saúde mental, física e espiritual, essa mudança vai afetar a sua volta, suas atitudes e seus valores.

O objetivo deste projeto é levar vivências à escolas (alunos, pais, professores e funcionários), empresas, instituições e em qualquer lugar que existam pessoas, utilizando como ferramenta a Arte (principalmente da dança) e os jogos e brincadeiras, tendo como base a Psicologia Transpessoal.
As vivências poderão ser por um período determinado, proporcionando um despertar para a transformação ou contínuas, tendo assim um acompanhamento da transformação de cada indivíduo envolvido.

Nas vivências terá o momento da Lagarta onde serão reconhecidas as dificuldades, angústias, medos, enfim o que impede que o indivíduo seja um ser melhor e mais feliz consigo mesmo. No momento do Casulo estes conflitos serão trabalhados, transformados e elaborados para que no momento da Borboleta seja mostrado a beleza de cada momento, cada dificuldade, a beleza que existe dentro de si.
Finalizando o ciclo com uma "obra prima" que será a materialização do processo individual, como uma dança, poema, desenho, etc.



Bom, aí está uma idéia de como posso colaborar para melhorar o meu entorno, como já mencionei anteriormente, acredito que a mudança venha de dentro se não a reciclagem de material, preservação da natureza, não serão incorporadas, não serão sentidas no corpo, e a ação pode ser momentânea e não permanente. Essa é minha crença!

Obrigada Caminho...só até aqui muita coisa já aconteceu pra propiciar a minha transformação interna! Já estou no casulo, transformando e elaborando muita coisa pra minha Pulelehua chegar ao mundo!

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

PASSO 2:


PEQUENAS ATITUDES INDIVIDUAIS PODEM GERAR UM GRANDE IMPACTO COLETIVO NO MUNDO

REDUZIR
O meu resultado da pegada de carbono tinha dado 1,800 pounds aproximadamente...mas refiz no site da Iniciativa Verde (http://iniciativaverde.org.br/pt/calculadora#reduza_seu_co2) para me basear nela e o resultado deu o mesmo 1,85 ton/ ano, e pra compensar precisaria plantar 12 érvores/ ano.
Acredito que posso reduzir e muito esse meu gasto, e vou!
Minha estratégia é focar na redução de utilização do combustível de automóvel, que tenho um grande gasto devido aos meus 2 trabalhos serem nos extremos da cidade...minha idéia é comprar uma moto, mas em uma semana não será possível rs, então vou procurar nos momentos em que não estiver trabalhando pegar carona, andar a pé ou bicicleta.
Outra ação é convidar meus amigos a participarem dessa redução também. Divulguei por e-mail e facebook e vamos ver qual será o resultado dia 01/11!!! Vamos lá!!!
(ESCRITO EM 23/11)
Foi uma semana incrível! A cada atitude pensava em escolher a melhor forma de fazer, a que menos iria prejudicar o meu planeta, e consegui!!!
Reduzi minha pegada de carbono em 50% de 1,85 ton/ ano para 0,6 ton/ano reduzindo minha compensação para 4 árvores! Fiquei feliz com a conquista mas sei que não pára por aí, posso reduzir mais =)).
(ESCRITO EM 30/11)

REUTILIZAR
Nessa semana farei uma "catança" na minha casa de coisas que não estão sendo utilizadas e dar uma utilidadde pra elas.
(ESCRITO EM 23/11)
A "catança" foi braba! Aí vão algumas fotos de tudo que não utilizava só no meu quarto (pretendo fazer isso com o resto da casa também):


Isso foi só uma parte...reformei algumas roupas, doei outras, e com esse material que separei organizei um cantinho de reciclagem:


Vou utilizar este material para fazer artigos de decoração, presentes e cartões de Natal e um Scrapbook para o meu sobrinho que nascerá em Março!!
Não deu tempo de fazer muita coisa ainda, só o começo, mas conforme for terminando vou postando minhas obras de arte!!rs
Aqui vai o que fiz até agora: descanso para panelas (inacabado) e um mural com folders de espetáculos e cartões que guardava.


(ESCRITO EM 30/11)


RECICLAR
Na minha casa o material reciclado já é separado há alguns anos, mas vou começar a separar uma parte para a "Celinha" que é um ser de luz que trabalha comigo no projeto ECOA. Todo ano ela faz a decoração da sua casa com material reciclado, não só no Natal como a vida inteira fez isso, e faz trabalhos maravilhosos!! É minha ídola!


(ESCRITO EM 23/11)

Uma parte do material reciclavel foi enviado para a coleta seletiva e outra parte vou reutilizar como falei anteriormente. E também estou juntando material pra levar para a Celinha e ajudar na sua decoração de Natal sustentável!
(ESCRITO EM 30/11)


Agora começo ver a mudança que o próprio processo de seleção, ou melhor, caminho do guerreiro nos traz. Estou muito feliz pois estou me tornando a cada dia uma pessoa melhor, prestando atenção em minhas atitudes, a cada passo, pra que eu possa fazer a diferença no planeta.
Convoquei alguns amigos para fazerem essa "reciclagem" comigo e fiquei feliz com algumas adesões também, pessoas que se preocuparam e dispertaram para uma nova consciencia.
Quero maiss!! Sei que posso muito mais!! Que venha a próxima tarefa!!!
Obrigada

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Pegadas de Carbono

Fiquei feliz com meu resultado que está abaixo da média, e que posso aderir a ações para diminuir cada vez mais.

Façam vcs tb: http://www.epa.gov/climatechange/emissions/ind_calculator.html

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

PASSO 1:

Quem estou?
Costumo dizer que "estou borboleta", ou seja, em momento de transformação. Porém estou ainda no casulo, pensando, refletindo, analisando o melhor a se fazer, para que venha o "belo", as asas, a liberdade e a felicidade.
Estou muito focada na minha vida profissional atualmente, buscando o meu melhor e que meu trabalho traga felicidade não só pra mim como pra outras pessoas também.

a. Você tem dúvidas profissionais? Quais são?
Estava com muitas dúvidas ha alguns dias atrás, de qual caminho seguir agora, na minha profissão de professora de dança. E depois de me especializar em Psicologia Transpessoal e fazer uma visita a uma amiga que trabalha com a Dançaterapia com crianças especias, minhas dúvidas foram embora, e tive certeza de qual é o meu próximo passo.

b. Quais são seus melhores sonhos?
Sou muito sonhadora, mas meus melhores sonhos são:
- ser mãe
- viajar muito
- ter um espaço terapêutico onde eu possa ter vários recursos para ajudar as pessoas a viverem melhor e mais felizes

c. Quais são seus maiores desafios?
Meu maior desafio é acreditar no meu potencial e seguir em frente, sem medo de errar, sem medo de não saber...simplesmente seguir minha intuição e meu coração e acreditar em seu poder.


Minha ação
Venho procurado fazer ações para ajudar as pessoas, trabalho em um projeto social há 4 anos com crianças e adolescentes em situação de risco de Bragança Paulista. Realizo algumas ações em bairros afastados da cidade levando presentes e brincadeiras para as crianças.
Mas acredito que a ação mais valiosa é "olhar" e "ouvir" o outro, não importa a classe social ou a dificuldade, acredito que a caridade e o bem se faz "sem ver a quem". E quando realizo essas ações sociais procuro levar isso, que acredito ser mais importante que presentes e doces.






Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Slideshow design customized with Smilebox

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Apresentação Pessoal

Mariana Sabatini Cordeiro, brasileira, 29 anos, geminiana, morando em Bragança Pta.-SP.
Sou professora de Dança e estou terminando minha formação como Terapeuta Transpessoal, atualmente trabalho com crianças e adolescentes numa escola particular e em um projeto social onde me realizo quando vejo um sorrisinho vindo em minha direção, acompanhado de um abraço sincero e um "eu te amo" pra fechar com chave de ouro.

Quando pequena, uma amiga olhou para mim e falou que eu tinha cara de "fadinha", desde então meus amigos começaram a me chamar assim "Fadinha". Hoje em dia muitas pessoas ainda me chamam assim, e quando paro pra pensar nesse apelido vejo o quanto eu queria ser realmente uma fadinha de verdade, ter um "pozinho de pirilimpimpim" pra realizar algumas coisas...pra tirar tristezas dos coraçõezinhos das minhas crianças, pra colocar sorrisos no rosto das pessoas...

Como não tenho varinha de condão nem pozinho procuro fazer com minhas mãos e meu coração, mas sempre acho que ainda é pouco, que preciso fazer mais...muitas vezes me perco deixando de lado minha essência, mas aí me vem uma criança com algum problema e "volto pra casinha" procurando seguir minha missão, que na verdade não sei qual é mas sei que é fazer o bem.

Bom, é isso que saiu do coração....